Navigation – Plan du site
Resenha / compte-rendu

Atlas de Pressões e Ameaças às Terras Indígenas na Amazônia Brasileira

Atlas des pressions et des menaces qui pèsent sur les terres indigènes en Amazonie brésilienne
Daniel P. Cerejeiras
Référence(s) :

Instituto Socioambiental (ISA), São Paulo

Texte intégral

1O livro faz parte da serie Cartô Brasil Socioambiental que "é uma série de publicações cartográficas, aberta a parcerias e sem periodicidade regular, que pretende apresentar um panorama de algumas das principais questões socioambientais da atualidade sob diferentes perspectivas e recortes territoriais (país, biomas, bacias hidrográficas, municípios, estados, cidades e outros). A série traz mapas elaborados em linguagem comunicativa e acessível a públicos variados, em diversos suportes e formatos, e é mais um trabalho que parte da base de dados do ISA mantida desde a sua fundação, em 1994".

2A apresentação do livro indica os princípios que nortearam a obra: "A publicação pretende contribuir com a reflexão e o debate sobre os principais problemas socioambientais dessas áreas ao oferecer ao leitor o endereço espacial de alguns deles. Pretende apoiar também as ações e estratégias de movimentos e lideranças indígenas, pesquisadores, técnicos, militantes, organizações não governamentais e instituições diversas que lutam pelo desenvolvimento sustentável da Amazônia e pelos direitos de suas populações. Os textos e mapas das páginas seguintes não têm a pretensão de fazer uma exposição exaustiva de cada tema tratado, mas de apresentar um panorama geral sobre cada um deles. Sem descuidar do rigor técnico, o objetivo da publicação é indicar dinâmicas territoriais atuais, mas também discutir cenários e tendências. Recolhemos e tentamos traduzir em linguagem cartográfica dados sobre atividades e agentes que provocaram, provocam e devem continuar provocando num futuro imediato impactos negativos diretos e indiretos sobre as TIs e as regiões onde elas estão localizadas. Neste caso, falamos de pressões que ocorrem, por exemplo, na forma de invasões, ocupações e desmatamentos ilegais; roubo de madeira; incêndios florestais; atividade garimpeira; barragens; presença de atividades agropecuárias e minerárias, serrarias, frigoríficos e núcleos urbanos. Também apresentamos informações sobre intervenções que podem manter ou ampliar em médio e longo prazo esses impactos, destacando o que consideramos ameaças (ou pressões potenciais): requerimentos de pesquisa minerária; estradas, usinas hidrelétricas e linhas de transmissão previstas e em estudo; entre outros. Em alguns casos, a análise desses dados permitiu classificar regiões e áreas específicas segundo o grau dos impactos socioambientais sofridos atualmente e de suas vulnerabilidades em diferentes horizontes de tempo.

3O Atlas de Pressões e Ameaças às Terras Indígenas na Amazônia Brasileira apresenta uma visão complementar e integrada de diferentes formas. O tratamento dos dados cartográficos realizado neste trabalho não visou alcançar precisão absoluta, mas apontar os principais vetores da degradação dos ecossistemas amazônicos e delimitar os espaços geográficos onde eles se movimentam, numa linguagem acessível que facilitasse sua visualização. Reunimos informações sobre agropecuária, mineração, exploração madeireira, projetos de infraestrutura, população e saneamento, entre outras. Em quase sua totalidade, elas foram obtidas em instituições oficiais, como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

4Para democratizar a difusão dos conteúdos publicados neste livro, os textos estão sob a licença Creative Commons (www.creativecommons.org.br), que flexibiliza a questão da propriedade intelectual. Na prática, essa licença libera os textos para reprodução e utilização em obras derivadas sem autorização prévia do editor (no caso o ISA), mas com alguns critérios: apenas em casos em que o fim não seja comercial, citada a fonte original (inclusive o autor do texto) e, no caso de obras derivadas, a obrigatoriedade de licenciá-las também em Creative Commons. Essa licença não vale para fotos e ilustrações, que permanecem em copyright.

Haut de page

Table des illustrations

URL http://confins.revues.org/docannexe/image/6539/img-1.png
Fichier image/png, 846k
URL http://confins.revues.org/docannexe/image/6539/img-2.png
Fichier image/png, 1,6M
Haut de page

Pour citer cet article

Référence électronique

Daniel P. Cerejeiras, « Atlas de Pressões e Ameaças às Terras Indígenas na Amazônia Brasileira », Confins [En ligne], 9 | 2010, mis en ligne le 23 juillet 2010, consulté le 25 mars 2017. URL : http://confins.revues.org/6539

Haut de page

Droits d’auteur

Licence Creative Commons
Confins – Revue franco-brésilienne de géographie est mis à disposition selon les termes de la licence Creative Commons Attribution - Pas d’Utilisation Commerciale - Partage dans les Mêmes Conditions 4.0 International.

Haut de page
  • Logo Revue soutenue par l’Institut des sciences humaines et sociales du CNRS
  • Logo DOAJ - Directory of Open Access Journals
  • Logo Index Latindex
  • Logo IHEAL (Institut des Hautes Études de l'Amérique Latine)
  • Logo CREDA (Centre de recherche et de Documentation sur les Amériques)
  • Logo USP (Universidade de São Paulo)
  • Revues.org